Serviços linguísticos e traduções no Algarve

Alphatrad Portugal - Serviços linguísticos e traduções no Algarve

Os serviços da nossa agência no Algarve:

 

Mais de 100 línguas e dialectos: Alemão, Inglês, Francês, Espanhol, Italiano, Português, Holandês, Russo, Polaco, Checo, Chinês, Árabe, entre outros. Poderá verificar outras línguas aqui.

Poderá pedir um orçamento gratuito e sem compromisso através da nossa encomenda online ou por e-mail.

 

Sobre o Algarve

Amplas praias de areia fina e baías escondidas, aldeias encantadas e falésias escarpadas - são estes os atributos que ornamentam o Algarve. É com toda a legitimidade que a região mais a sul de Portugal pode classificar-se como uma das regiões turísticas mais apreciadas da Europa.

O Município de Albufeira no distrito de Faro (Algarve) é um dos destinos turísticos mais conhecido do Algarve. Os empreendimentos turísticos e os hotéis estendem-se ao longo de Olhos de Água até à Galé e ao longo de toda a costa de Albufeira. O centro histórico desta antiga aldeia piscatória transformou-se num hot spot turístico. O turismo internacional que dinamiza igualmente a economia da região promoveu o aumento da necessidade de traduções profissionais para diferentes línguas, em particular nos últimos anos.

Outros sectores tradicionais da economia do Algarve, nomeadamente a pesca e a agricultura, têm vindo a perder terreno nos últimos anos face ao turismo. A agricultura continua a ser a base de subsistência dos habitantes das regiões interiores, com produtos como os citrinos, figos, amêndoas, vagens de alfarroba, o morangueiro ocidental ou o sobreiro. A pesca tradicional sofreu um forte declínio devido às reduções das cotas de pesca impostas pela UE e está condicionada pelos barcos de pesca antiquados, o início do turismo e a escassez das reservas de peixe. A piscicultura e a aquicultura ganharam importância nos últimos anos. O cultivo de moluscos bivalves e de ostras no Algarve equivale atualmente a 90% da produção nacional. A indústria intemporal das minas de sal do Algarve representa aproximadamente 90% da produção nacional de sal marinho, ainda que com uma tendência de decréscimo devido aos métodos tradicionais utilizados na extracção do sal.