Por que razão uma agência de tradução especializada em Chinês é melhor do que um programa de tradução automática

Agência de tradução especializada em Chinês

Existem actualmente muitos sistemas online para tradução automática, que lhe permitem converter textos directamente de uma língua para outra. No entanto, a qualidade do resultado não pode ser comparada com a de uma agência de tradução, especialmente se estiver em causa uma língua tão complexa como o Chinês.

 

Razões para não usar um programa de tradução automática

Os programas de tradução automática são ferramentas úteis quando precisa de saber rapidamente o significado aproximado de um texto, quando, por exemplo, recebe um e-mail de um cliente estrangeiro e pretende saber o seu significado.

No entanto, deve ter em conta que na tradução automática não estão envolvidos nem tradutores nem linguistas. Na tradução automática, o software procura frases idênticas às do original, numa enorme base de dados, e sugere aquelas em que detecta uma maior proximidade com as frases originais. Porém, as sugestões propostas não podem ser verificadas e tampouco é possível confirmar se foram ou não escritas por um falante nativo. É portanto muito provável que essa tradução contenha erros gramaticais graves, ou incorrecções de sentido. Além disso, estes sistemas não garantem nenhum tipo de confidencialidade nem garantem qualidade.

O Google Translate, por exemplo, para fazer as traduções que lhe são pedidas, utiliza textos que encontra na Internet. E, como todos sabemos, é muito comum encontrarmos todo o tipo de erros na web…

Por essa razão, independentemente do tipo de documento, mas principalmente no que respeita documentos oficiais ou públicos, é importante recorrer aos serviços de uma agência de tradução que garanta qualidade e fidelidade em relação ao texto original.

Porquê? Vejamos algumas das principais razões:

 

1. Um programa de tradução automática não garante a qualidade do texto

Apesar de ter evoluído muito ao longo dos anos, a tradução automática ainda não atingiu um nível de qualidade considerado óptimo. Qualquer língua é complexa e está em constante evolução, tornando assim muito difícil a um programa automático interpretar todas as subtilizas da comunicação humana.

Se alguma vez utilizou um corrector automático para traduzir um texto, terá certamente notado que o resultado é muitas vezes difícil de compreender e contém erros de sintaxe, entre outros.

 

2. Os programas de tradução automática não compreendem sinónimos

Um dos principais problemas da tradução automática é os sinónimos, palavras que podem significar coisas muito diferentes. As máquinas têm dificuldade em interpretar qual o significado de uma palavra dentro de um determinado contexto. E erros desses podem ter consequências terríveis.

 

3. Os pormenores técnicos são um obstáculo à tradução automática

Em muitas ocasiões, quando são feitas traduções técnicas ou traduções especializadas num determinado âmbito, há aspectos ou terminologia técnica que a tradução automática tem dificuldade em traduzir correctamente. Para ser capaz de traduzir correctamente um texto e utilizar os termos adequados na língua de destino é necessário um bom conhecimento e experiência.

Ora, uma máquina não consegue igualar as capacidades de um tradutor profissional que, além disso, possui também conhecimentos ou experiência em campos tão específicos como o direito e a medicina, entre outros.

 

4. Uma má tradução pode levar à perda de credibilidade

Uma má tradução pode levar à perda de credibilidade, em especial, no caso de marcas conhecidas, e pode fazer com que os consumidores ou os clientes deixem de adquirir os seus produtos ou serviços. Por exemplo, no caso das aplicações móveis, muitas falharam em alguns mercados, porque a qualidade da tradução dos textos era tão má que impediu a sua utilização correcta. Por conseguinte, antes de optar por uma tradução automática, pense bem onde pretende que o seu texto apareça ou como o mesmo vai ser utilizado.

 

Peça a sua tradução de Chinês a um tradutor nativo

O Mandarim, conhecido genericamente por Chinês, é uma língua extremamente complexa. É composta de 85 568 caracteres, que formam 370 000 palavras. Por sua vez, cada carácter é geralmente constituído por, pelo menos, dois caracteres sobrepostos (um deles define o significado e o outro o fonema).

Por conseguinte, ao traduzir qualquer texto para Mandarim, precisa de conhecer os caracteres que representam o significado e os caracteres que definem o fonema, assim como as suas múltiplas combinações, para, então, encontrar a palavra correcta.

Para ler ou escrever caracteres chineses tem também de memorizar cada traço; não é uma tarefa fácil, porque, em certos casos, podem existir até 18 linhas num único carácter. A tarefa de escrita é simplificada com os computadores; no entanto, a única alternativa é aprender cada carácter para conseguir reconhecê-los.

O Chinês constitui, portanto, um desafio na tradução e o melhor será optar por um profissional nativo que possa garantir a qualidade e a exactidão do texto traduzido.

 

Perguntas e respostas

Sim! Na Alphatrad Portugal dispomos de profissionais nativos, que compreendem perfeitamente ambas as línguas e que podem traduzir textos de muitas línguas para Chinês Mandarim e vice-versa.

Não é possível testar a qualidade de uma tradução com um programa de tradução automática; porém, uma agência de tradução garante a qualidade dos textos que produz e utiliza sistemas informáticos que asseguram a exactidão dos conteúdos.

 

Adicionar novo comentário