6 competências fundamentais que qualquer intérprete de qualidade domina

competências fundamentais que qualquer intérprete de qualidade domina

Na Optilingua, trabalhamos com inúmeros intérpretes. Neste percurso, identificámos as competências essenciais que devem ser apanágio de um intérprete de qualidade.  São as seguintes:

Pontualidade:

Esta competência é muito simples, por isso, não é necessário apresentar muitas explicações. Um bom intérprete apresenta-se com a antecedência suficiente, no local exacto, pronto para iniciar imediatamente a interpretação.  Simples, mas importante.

Memória:

A memória de um intérprete é algo de extraordinário, embora os melhores intérpretes não a tenham desenvolvido de um dia para o outro.  Milhares de horas de estudo e ensaio tornam a memória na maravilha que é.  Os intérpretes utilizam intensamente a memória de curta duração e, à semelhança de um músculo, a memória de curta duração pode ser desenvolvido de forma a ter uma maior capacidade.  As equipas de intérpretes de conferência são como corredores numa prova de estafetas!

Disciplina:

Um intérprete profissional verdadeiramente disciplinado sabe quando e o que estudar, assim como a melhor forma de conservar as suas competências.  Evitar que a interpretação seja afectada por preconceitos pessoais exige igualmente uma grande atenção ao detalhe e um sentido de disciplina.

Ética:

Esta competência, embora frequentemente negligenciada, é fundamental para qualquer intérprete.  A ética do intérprete inclui pilares importantes como a confidencialidade, o respeito e o conhecimento das próprias limitações.

Ferramentas:

Qualquer intérprete de qualidade terá ao seu dispor ferramentas para que o cliente tenha uma experiência de interpretação sem problemas. As ferramentas mais comuns incluem um computador para realização da pesquisa necessária, um dicionário bilingue específico do assunto abordado e um bloco e uma caneta para tomar notas.  Há muitos intérpretes que utilizam uma sessão preliminar como ferramenta para que todos os envolvidos tenham uma experiência sem sobressaltos.

Competência cultural:

A língua e a cultura são indissociáveis, por isso, é de extrema importância que um intérprete domine bem a cultura de ambas as línguas envolvidas na interpretação. Por vezes, quando as diferenças culturais são mais marcadas, o intérprete de qualidade tem a oportunidade de brilhar.  O humor e as linguagens simbólicas podem apresentar dificuldades; além disso, as diferenças culturais poderão ser mais acentuadas em assuntos como a saúde mental e os cuidados paliativos.

 

Tem necessidade de serviços de interpretação? Solicite um orçamento GRÁTIS aqui!