Logística: África oferece oportunidades de êxito

Logística África oferece oportunidades de êxito

A economia africana está a crescer

Segundo um estudo da KPMG, o continente africano está actualmente a viver um forte impulso, saltando mesmo por cima de fases de desenvolvimento tecnológico: em vez de usarem o telefone fixo, muitas pessoas começam directamente a usar o telemóvel; os negócios, em vez de passarem por filiais bancárias, fazem-se via comunicações móveis. E, em vez de centrais eléctricas, a energia é gerada por parques solares descentralizados. Agora, a África precisa daquilo que a indústria europeia sabe oferecer melhor do que muitos outros: infra-estruturas rodoviárias e de comunicações, bem como máquinas e instalações para a criação de uma indústria.

 

Elevada flexibilidade e criatividade procuram-se

Segundo um estudo, no contexto do desenvolvimento de modelos de cadeia de fornecimento competitivos, a diversidade de condições geográficas, económicas e políticas constitui um grande desafio para as empresas. Porém, a adaptação da actividade de negócio e dos modelos de aprovisionamento às condições características de cada país traz compensações a longo prazo.

Um exemplo de sucesso é a Coca-Cola. Desde 2011 que este fabricante de bebidas tem vindo continuamente a ampliar a sua logística na África. Actualmente, a empresa opera nesse continente mais de 145 instalações de enchimento e emprega mais de 70 000 pessoas. A Coca-Cola dispõe adicionalmente de cerca de 3000 centros de distribuição em todo o continente, administrados por gestores locais e com colaboradores nativos.

 

Logística na África: diferenças tecnológicas e culturais

As diferenças culturais, a ausência de uma língua comum, as distâncias geográficas e as diferenças tecnológicas, sociais e temporais geram insegurança nos agentes de mercado ocidentais. O estudo regista que muitas empresas se preocupam com a acessibilidade dos fornecedores africanos. Para evitar que diferenças geográficas e culturais possam prejudicar a criação de uma cadeia de fornecimento internacional, estas deverão ser analisadas previamente com precisão e deverão ser tidas em conta no planeamento.

Seria incorrecto não considerar os riscos envolvidos na logística e aprovisionamento na África. Mas seria ainda mais errado negligenciar as oportunidades que o continente tem para oferecer. Ponderar os cenários de emergência afigura-se assim também tão imprescindível como a tolerância cultural. Mas se pudermos contar com eles, nada deverá impedir uma expansão bem-sucedida na África. 

 

Apoio linguístico

Como é evidente, a nossa agência dispõe de tradutores nativos experientes também no âmbito das línguas africanas.

Além de tradutores de árabe, inglês, francês, português e também de africânder ou suaíli, dispomos igualmente de especialistas noutros serviços linguísticos:

  • Intérpretes
  • Locutores para sonorizações (por ex., mensagens telefónicas, publicidade audiovisual, etc.)
  • Revisão linguística e de estilo
  • Legendagem
  • Transcrições de material áudio e vídeo

 

Aguardamos o seu pedido; a melhor forma de nos contactar é usando o nosso formulário online ou por correio electrónico.